sábado, 23 de janeiro de 2016

Caminhada pela paz: Mãe de universitária morta deita-se no canto onde a filha caiu

Emoção, tristeza, saudade, revolta, sentimento de impotência, tudo o que se possa imaginar ao ver essa imagem, passou pelas cabeças das pessoas que estiveram hoje na avenida Itapetinga, zona norte, para a Caminhada pela Paz.
No local onde foi morta a universitária Maria Karoline Álvares de Melo, de 19 anos, na quarta-feira, 20, sua mãe parou e deitou-se na mesma posição que a filha caiu ao receber o tiro no peito que a vitimou, desferido por um marginal que agora está preso.
Não há mais o que dizer. A imagem já diz tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário