quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Ex-prefeito é condenado por construir açude "público" em suas próprias terras

Causa própria
Uma ação do Ministério Público Federal (MPF) em Caicó resultou na condenação do ex-prefeito de Tenente Laurentino Cruz, Airton Laurentino Júnior, conhecido como “Júnior Laurentino”, a cinco anos e nove meses de reclusão, em regime inicialmente semiaberto. 
Em 2001, ele utilizou recursos federais de um convênio da Prefeitura para construir um açude em sua propriedade. 
A obra, além disso, foi realizada por uma empresa contratada irregularmente e teve seus gastos superfaturados.
O açude Riachão é fruto de um convênio firmado em 2000 com o Ministério da Integração Nacional, prevendo R$ 90 mil em repasses e contrapartida de R$ 8.464,95 do Município. No esquema ilícito montado pelo ex-prefeito, a Prefeitura executou os trabalhos e os réus desviaram o dinheiro destinado à empresa, cabendo à F F Empreendimentos, que intermediava o repasse, um percentual de 8% sobre o valor das faturas e da locação do maquinário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário