quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Mesmo após recentes chuvas, situação dos açudes e barragens não mudou

Acompanhando o monitoramento feito pela Secretaria dos Recursos Hídricos após as chuvas do começo do mês, percebe-se que pouco mudou nos principais açudes e barragens do RN.
A maior delas, Armando Ribeiro Gonçalves, tem apenas 20,14% do volume. 
No mesmo período no ano passado a barragem dispunha de 29% de sua capacidade, água para 13 meses.
O Itans, em Caicó, em 2015 estava com com 8,89% e hoje tem 1,3%.
O Marechal Dutra (mais conhecido como Açude Gargalheiras) tinha ano passado 2,40% e hoje 0,02%, registro feito no dia 05 de janeiro.

Exceção
O açude Pataxó, em Ipanguaçu, tem 50,16% de sua capacidade, é um dos poucos que pegou água.

Lagoas
A situação das lagoas do estado é um pouco melhor que as dos açudes e barragens.
A lagoa do Boqueirão - Touros (84,07%); Extremoz (70,85%); Prata - Goianinha (100%) e Bonfim - Nísia Floresta (57,03%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário