sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Cientistas retardam o envelhecimento em ratos

Destruindo as células 'desgastadas" em ratos, a equipe do Prof Dominic Withers, geneticista especialista em homeostase e envelhecimento, conseguiu que ratos nascidos no mesmo dia tivessem vidas diferentes.
Dois irmãos da mesma ninhada, quase 2 anos de idade, um deles teve suas células senescentes eliminadas por uma droga a partir de 1 ano de idade e após um período apresentou rins mais funcionais e corações mais resistentes ao stress.
Os ratos que receberam a droga exploram as gaiolas com mais energia e desenvolveram câncer mais tarde.
Os pesquisadores acreditam que também podem ajudar a combater as doenças relacionadas com a idade em humanos. "Eu acho que tem muita chance disso ser uma opção terapêutica viável.", disse Withers.
O trabalho foi publicado na Nature.

Nenhum comentário:

Postar um comentário