quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Cortes na Petrobras devem fechar 5 mil vagas no Rio Grande do Norte

A desativação de sondas de perfuração terrestres da Petrobras no Rio Grande do Norte deverá acarretar, a partir de setembro deste ano, a demissão de cerca de 5 mil trabalhadores da indústria do petróleo, além de queda na produção potiguar onshore - em declínio nos últimos anos. 
O estado é o maior produtor de petróleo em terra no Brasil.
A estimativa sobre os impactos foi feita ontem à TRIBUNA DO NORTE pelo Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro/RN).

Nenhum comentário:

Postar um comentário