sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

Ex-namorada de Evo Morales é presa acusada de tráfico de influência

Foto: Bernal/AFP/Getty Images
A ex-namorada do presidente da Bolívia, Evo Morales, a gerente do escritório local de um grupo de engenharia chinesa, foi presa em uma investigação de tráfico de influência, disse o Ministério do Interior.
"Gabriela Zapata Montano foi detida esta manhã e está presa" nas celas da polícia anti-crime.
As circunstâncias da sua prisão não foram divulgadas.
A prisão surge semanas depois da imprensa local revelar que a ex-namorada do presidente trabalhou para CAMCE, um grupo chinês que ganhou recentemente uma licitação para um grande projeto de expansão de ferrovia.
Políticos da oposição acusaram Morales de tráfico de influência em conexão com o contrato do governo 560 milhões de dólares.
Com informações do The Guardian

Nenhum comentário:

Postar um comentário