terça-feira, 22 de março de 2016

Dia da água:empregos ameaçados pela escassez

Oi gente!
Hoje (22) a ONU volta a falar na água e espalha para o mundo suas preocupações com a escassez. 
O alerta não é à toa. 
Convivi por mais de 15 anos anos com a problemática da falta de água no semi-árido potiguar. Vejo, com tristeza, que pouco se avançou. 
O Estado continua com o mesmíssimo problema, os reservatórios exauridos e as perspectivas pela chuva beirando ao desespero. 
Os dados do IGARN são catastróficos.  
veja matéria: Diretor destaca agravamento dos reservatórios
Governo anuncia que vai construir mais de 600 barragens com recursos do Recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Estão assegurados R$ 5 milhões, garante a Emparn.
Quando?????
Foto: UN Photo/Kibae Park
A Unesco estima que mais de 1,4 bilhão de empregos, ou 42% do total da força de trabalho mundial, são altamente dependentes dos recursos hídricos. 
Entre os setores mais atingidos estão a agricultura, indústria, silvicultura, pesca e aquicultura, mineração, o suprimento de água e saneamento, assim como quase todos os tipos de produção de energia. 
Esta categoria também inclui empregos em áreas como cuidados de saúde, turismo e setores de gestão de ecossistemas.
Para debater, mais uma vez, o assunto, o governo do estado e aliados desenvolvem ciclos de palestras com diversas autoridades expondo suas preocupações. 

A propósito, o arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira vai falar sobre sobre a visita que a Caravana dos Bispos realizou as obras de Transposição. A palestra do arcebispo está agendada para quarta-feira (23), na parte da manhã, na Escola de Governo onde acontece o seminário.
Leia também:  

Nenhum comentário:

Postar um comentário