quarta-feira, 30 de março de 2016

Ex-presidente Lula divulga nota em 3 idiomas e diz ser vítima de ‘complô’

O Instituto Lula divulgou nesta terça-feira, 29, uma nota à imprensa, em três idiomas (português, inglês e espanhol), defendendo o ex-presidente Lula das acusações do Ministério Público e Polícia Federal, afirmando ser ele vítima de um “complô”.
O texto inicia dizendo que Lula "não é réu, não cometeu nenhum crime nem é investigado pela Justiça".
Depois, faz uma explanação de como funciona o direito criminal no Brasil, explica que juízes não investigam, não acusam, não denunciam. Juízes julgam. E diz que "Policiais e promotores que fazem acusações a pessoas em entrevistas, fora dos autos, cometem crime".
Em um breve histórico, diz que em 1980 foi preso porque lutava pela democracia e pelos trabalhadores e conclui anexando um resumo das respostas ao que chama de "alegações falsas".
Veja aqui a nota na íntegra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário