sábado, 9 de abril de 2016

Cunha não vê problema se votação do impeachment cair no domingo


Questionado sobre a possibilidade de concluir a votação do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff num domingo, dia em que poderiam ocorrer manifestações nas ruas, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha disse que a discussão deve se prolongar por pelo menos três dias e que será normal se chegar ao fim de semana.
"Não vejo nenhum problema de seja o dia que for, não tem dia escolhido, é a sequência do calendário. A discussão é lenta. Tem previsões legais e regimentais que permitem que ela seja lenta. O próprio impeachment do ex-presidente Collor levou dois dias”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário