sexta-feira, 1 de abril de 2016

Dívida de governos com terceirizados chegam a 50 milhões, diz sindicato

foto: internet
As empresas prestadoras de serviços terceirizados reclamam de prejuízos causados pela falta de repasse de verbas dos governos municipal e estadual e ao grande número de ações impetradas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). 
O setor que emprega cerca de 20 mil pessoas no estado pode ter que demitir funcionários se os repasses não forem logo feitos.
Pelos levantamentos do Sindicato das Empresas Prestadoras de Serviços e de Locação de Mão de Obra (Sindprest), as dívidas da Prefeitura do Natal e Governo do Estado já ultrapassam a cifra de R$ 50 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário