quarta-feira, 13 de abril de 2016

Liminar que suspendia posse de ministro da Justiça é cassada

A liminar que proibia a posse de Eugênio Aragão no Ministério da Justiça foi cassada pelo presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Desembargador Federal Cândido Ribeiro.
Conforme a decisão do magistrado, “a execução da liminar, neste momento de exacerbada incerteza política, tem o condão de acarretar grave lesão à ordem e segurança públicas”.
A palavra final será do Supremo Tribunal Federal que não tem data para se pronunciar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário