sexta-feira, 22 de abril de 2016

Na ONU, Dilma evita "golpe" mas fala em "retrocesso"

A presidente Dilma Rousseff deixou para o fim do seu discurso hoje na sede das Nações Unidas, durante a Sessão de Abertura da Cerimônia de Assinatura do Acordo de Paris, para comentar rapidamente sobre o momento político que passa o Brasil.
Dilma disse: "Não posso terminar minhas palavras sem mencionar o grave momento que vive o Brasil. A despeito disso, quero dizer que o Brasil é um grande País, com uma sociedade que soube vencer o autoritarismo e construir uma pujante democracia. Nosso povo é um povo trabalhador e com grande apreço pela liberdade. Saberá, não tenho dúvidas, impedir qualquer retrocesso”, disse antes de agradecer ao apoio recebido. “Sou grata a todos os líderes que já expressaram sua solidariedade”.
A presidente deve retornar neste sábado ao Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário