sexta-feira, 8 de abril de 2016

Vice-presidente Eduardo Cunha

A questão da possibilidade de se instalar o parlamentarismo no país por meio de Emenda Constitucional ficou para quarta-feira. 

Vice-presidente Eduardo Cunha
Havendo o impeachment, assume Michel Temer. E o "vice" - porque é o próximo na linha sucessória - passa a ser, digamos assim, o presidente da Câmara. Como o presidente da República não raro tem compromissos no exterior, ainda mais se houver impeachment, Eduardo Cunha assumirá muitas vezes a presidência. 
Já imaginou, leitor, um troço desses ? E, na sua eventual impossibilidade, está aí Renan Calheiros. 
É mole ou quer mais ? 
Fonte: Migalhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário