quinta-feira, 5 de maio de 2016

Afastamento de Cunha tem xarope e fogos de artifício do Plenário do Supremo

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal votou pela manutenção da liminar que determinou o afastamento de Eduardo Cunha do mandato de deputado e da Presidência da Câmara dos Deputados.
Durante a discussão, e tão logo o placar não poderia ser alterado, pode-se ouvir uma saraivada de fogos de artifício vinda do lado de fora do prédio da corte, disseram presentes.
O ministro Gilmar Mendes, que acompanhou o voto do relator, disse que o tema é de imensa complexidade e não pode ser matéria cotidiana. Ele, aliás, mesmo visivelmente doente, não deixou de comparecer à sessão.
Para se fazer presente, Mendes lançou mão de uma "lapada" de xarope para manter a verve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário