quarta-feira, 11 de maio de 2016

Collor, único presidente impedido, ainda não registrou presença no Senado

A sessão do Senado que analisa admissibilidade do processo de impeachment da presidente Dilma, terminou agora o segundo bloco de oradores. 
A última a falar foi a senadora Fátima Bezerra (PT-RN) que repetiu a temática do "golpe" e disse que a "Casa Grande não aceita ser governada pela Senzala" e concluiu emocionada, com uma saudação "Viva Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Vana Rousseff".
A próxima etapa dos discursos será logo mais às 19 hrs e não tem prazo para terminar até que a sessão acabe.
No momento, há 73 senadores no plenário, do total de 81. Único presidente a ter sofrido impeachment, Fernando Collor ainda não registrou presença. Ele é o 38º inscrito a falar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário