segunda-feira, 2 de maio de 2016

Garibaldi Filho, pró-impeachment, apoiou gastos extras da petista, diz Folha

Levantamento feito pelo jornal Folha de São Paulo mostra que 24 senadores que declararam votar pelo afastamento da presidente Dilma Rousseff, liberou a petista para gastar além do autorizado pelo Congresso, dentre eles o potiguar Garibaldi Filho (PMDB).
Em 2014 e 1015 os senadores votaram a favor da mudança da meta fiscal.
Essa autorização legislativa é um dos argumentos do governo para desqualificar as denúncias contra Dilma.
Na lista, além de Garibaldi, nomes de peso como Romero Jucá (PMDB-RR); Marta Suplicy (PMDB-SP) e Simone Tebet (PMDB-MS).
Ainda segundo a Folha, Garibaldi disse que votou consciente em 2015 de que sua posição não apagaria os erros cometidos e para não prejudicar o país, mesmo argumento do senador Dário Berguer (SC).

Nenhum comentário:

Postar um comentário