terça-feira, 10 de maio de 2016

Terra Arrasada

Fraudes na reforma agrária em três estados do Nordeste podem chegar a R$ 80 milhões. A estimativa é da Controladoria-Geral da União, do Ministério Público Federal e da Polícia Federal, que iniciaram hoje (10) uma operação para desarticular o esquema criminoso.

Cerca de 50 policiais federais e nove auditores da controladoria fazem parte da Operação Terra Arrasada, que inclui, além da Paraíba, os estados do Rio Grande do Norte e de Pernambuco.
Os contratos foram feitos pelo Incra com instituições públicas e privadas, entidades representativas dos trabalhadores rurais e organizações não governamentais ligadas à reforma agrária.

Nenhum comentário:

Postar um comentário