sexta-feira, 10 de junho de 2016

Assembleia Sub judice

 O Ministério Público do Rio Grande do Norte iniciou uma investigação para apurar possíveis irregularidades no quadro de servidores da Assembleia Legislativa potiguar. A portaria que instaura o inquérito civil é assinada pela promotora de Justiça Maria Danielle Simões Veras Ribeiro e foi publicada na edição desta quinta-feira (9) do Diário Oficial do Estado.
Segundo a portaria, as 'possíveis irregularidades' trazem prejuízo aos aprovados em concurso público realizado anteriormente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário