quarta-feira, 15 de junho de 2016

Contas de Dilma de 2015 tem mesmos vícios de 2014 e podem ser novamente rejeitadas

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou na manhã de hoje (15) sessão extraordinária de apreciação das contas da presidente afastada Dilma Rousseff.
O Plenário entendeu que as contas não estão, no momento, em condições de serem apreciadas, em razão de indícios de irregularidades no relatório. “Muitas das irregularidades já haviam sido apuradas nas contas de 2014, merecendo, assim, ouvir as razões de justificativa da presidente da República", disse o ministro relator José Múcio Monteiro.
O TCU propôs a abertura de prazo de 30 dias para apresentação de contrarrazões pela presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário