quinta-feira, 9 de junho de 2016

Esposa de Eduardo Cunha se torna ré na Lava Jato por lavagem de dinheiro

O juiz Sérgio Moro, da 13.ª Vara Federal Criminal de Curitiba, acatou denúncia dos Procuradores da Força Tarefa Lava Jato contra Cláudia Cordeiro Cruz, mulher de Eduardo Cunha (PMDB/RJ), deputado afastado da presidência da Câmara dos Deputados. 
Ela vai responder pelos crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas envolvendo valores provenientes do esquema criminoso instalado na Diretoria Internacional da Petrobras. 
A ação penal proposta na última segunda-feira, 6 de junho.
Investigações apontaram que Cláudia tinha plena consciência dos crimes que praticava e é a única controladora da conta em nome da offshore Köpek, na Suíça, por meio da qual pagou despesas de cartão de crédito no exterior em montante superior a US$ 1 milhão num prazo de sete anos (2008 a 2014), valor totalmente incompatível com os salários e o patrimônio lícito de seu marido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário