terça-feira, 5 de julho de 2016

FBI isenta Hillary Clinton de má fé no caso dos e-mails

O chefe do FBI, James Comey, concedeu há pouco uma entrevista recomendando que a candidata democrata à presidência dos Estados Unidos, Hillary Clinton, não seja indiciada por ter utilizado servidor de e-mail privado, quando exercia a função de secretária de Estado.
Para os investigadores federais, não houve evidências de má fé, apenas de que a candidata e sua equipe foram "extremamente descuidados". 
Para Comey, os 110 e-mails enviados ou recebidos no servidor de Clinton continha informações classificadas e poderiam ser usados por hackers.

Nenhum comentário:

Postar um comentário