terça-feira, 12 de julho de 2016

Lula na Rádio Jornal do Commercio: Investigação "incomoda igual a coceira"

O ex-presidente Lula concedeu entrevista ao radialista Geraldo Freire na manhã desta terça-feira, 12, na Rádio Jornal do Commercio. Leia abaixo as principais frases do Lula:

"Eu dizia a meus irmãos: eu fui eleito para melhorar a vida do povo e não a nossa"

"Estão há dois anos investigando e duvido que se ache um empresário a quem eu pedi 10 reais"

"Eu queria saber o que eles têm contra os meus filhos"

"Educação não é gasto, é investimento"

"No Brasil, temos a mania de botar todas as culpas no governo"

Dilma começou perder apoio quando quebrou a promessa de não mexer no bolso do trabalhador"

"Dilma foi vítima de um mau humor que contaminou o Brasil desde 2013" 

"Jamais imaginei que a @dilmabr fosse sair daquele jeito do governo" 

"Eu não queria ter vivido aquele momento." diz @LulapeloBrasil sobre saída de @dilmabr

"Não vou comentar sobre o governo Temer porque ele é interino." 

"Um dia esse país vai reconhecer que quem melhorou as investigações foi o PT"

"Eu não estou acime da lei. Eu tenho que obedecer a lei assim como qualquer um dos 204 milhões de brasileiros" 

"Dizer que uma investigação não incomoda seria mentira. Incomoda igual a coceira" 

"Pra governar esse país é preciso conhecer a alma do povo"

"Se o Brasil der certo, por que eu precisaria ser presidente outra vez?" 

"Pra não ser candidato em 2018, é só o Brasil dar certo"

"Os empresários não investem porque não sabem o que vai acontecer no Brasil amanhã. Estamos com uma roda gigante parada" 

"Nós trabalhamos muito pra deixar o Nordeste mais igual"

"Em economia, não tem mágica. É uma questão de confiança. As pessoas precisam dormir acreditamndo que não vai acontecer nada de noite"

"Nosso povo evoluiu e esse sonho está se esvaindo"

"Quando a gente aprende a comer filé, a gente não quer voltar para o músculo" 

"O pobre precisa estar dentro do orçamento da União. Isso é plenamente possível"

"É preciso fazer que o pobre continue a subir os degraus da melhoria de vida" 

"O que tem que mudar no Brasil são as pessoas. As pessoas precisam ter responsabilidade para a gente consertar esse país"

"Não há solução no país sem reforma política"

"A decisão da saída de Dilma é eminentemente política. Não há motivo para um golpe, par o impeachment" 

"Estamos a apenas seis votos da presidente @dilmabr voltar"

Nenhum comentário:

Postar um comentário