quinta-feira, 21 de julho de 2016

Mônica Moura confessa que recebeu dinheiro de caixa 2 da campanha de Dilma em 2010

A empresária Mônica Moura, esposa do marqueteiro João Santana, disse em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, da Operação Lava Jato, que mentiu no seu primeiro interrogatório, quando ela e o marido foram presos em fevereiro passado.
Segundo ela, através da empresa do João Santana offshore Shell Bill Finance, com conta na Suiça, recebeu US$ 4,5 milhões pagos através de caixa 2 pelo empresário Zwi Scornicki, dinheiro referende a dívidas de campanha do PT, campanha da presidente Dilma de 2010.
A divida só começou a ser paga em 2013 após uma conversa com João Vaccari Neto, tesoureiro do PT, que indicou o empresário para acertar a forma de pagamento. Ela afirmou que nunca perguntou sobre a origem do dinheiro.
Monica disse que "parte dos trabalhos de campanha política são pagos com caixa 2. É uma prática que infelizmente acontece".
Ouça o áudio do depoimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário