sexta-feira, 1 de julho de 2016

PF prende corretor ligado a Eduardo Cunha em nova fase da Lava Jato

Foto: Lula Marques - Folhapress
Lúcio Funaro, ao prestar depoimento à CPI da Petrobras em 2010
A Polícia Federal desencadeia na manhã desta sexta-feira, 01, mais uma fase da Operação Lava-Jato em São Paulo, Rio, Pernambuco e Brasília.
Foi preso Lúcio Funaro, operador de Eduardo Cunha, conhecido no mercado financeiro como "menino Maluquinho".
A prisão de Funaro é decorrente da delação premiada de Fabio Cleto, ex-vice presidente da Caixa e apadrinhado de Eduardo Cunha, como também, da delação do ex-presidente da Hypermarcas, Nelson Mello.
Toda a operação foi autorizada pelo ministro Teori Zavaski, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal.
Está também cumprindo um mandado de busca e apreensão na JBS, a maior empresa de alimentos do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário