quarta-feira, 6 de julho de 2016

TJRN destinou 1.177 armas vinculadas a processos para destruição pelo Exército

O desembargador Claudio Santos, presidente do Tribunal de Justiça do RN, disse hoje (06) que já destinou este ano 1.177 armas ao Exército Brasileiro para serem destruídas. 
Tem mais...
Ele quer a destruição, após serem periciadas, todas as armas apreendidas e que estão vinculadas à processos criminais, número estimado em 2.200 peças até o final do ano.
Salve, salve!!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário