terça-feira, 9 de agosto de 2016

Governo chama de volta servidores cedidos

Fogueira das vaidades

Nesses tempos de salários atrasados a Rádio Peão, no Centro Administrativo, está transmitindo em altos decibéis.
Circulou a informação de que há uma "super-poderosa" na Procuradoria do Estado que não abre mão de trazer de volta, para as gastas cadeiras estaduais, todos os servidores cedidos a outras esferas de poder.
Salvo, se o órgão cessionário assumir o ônus do salário do dito cujo.
A moça diz que é questão de honra!!!!!
Os assessores jurídicos também estão na mira.
Robinson suspende cessão de assessores jurídicos


Quem dá mais??? 
Porém, na bolsa de apostas se pergunta quantos voltarão? 
Na verdade, o estado se encontra no mato sem cachorro, sem funcionários e sem poder abrir concurso pelo limite da Lei de Responsabilidade Fiscal.
Pra complicar, a turma que entrou na década de 80 está saindo de licença prêmio, aposentadoria ou, até mesmo, por motivo de idade e saúde.
Os mais qualificados buscam em outras esferas uma remuneração que o executivo não pode pagar.
Dizem que tudo é uma questão de papel, contabilidade, uma vez que o "dinda" sai mesmo da conta mil do estado. Seja para pagar o executivo, legislativo ou judiciário. Tanto faz.
No mais, é semântica e excesso de vaidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário