quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Procurador do TCU irrita senadores petistas ao dizer que votou em Dilma

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) acusou o procurador junto ao Tribunal de Contas da União, Julio Marcelo de Oliveira, de ter "lado, tem militância", é um dos "mentores intelectuais" do impeachment.
O procurador está sendo ouvido pelo Senado no processo de impeachment da presidente Dilma, na condição de informante, e não mais como testemunha.
Em sua defesa, Julio de Oliveira disse que não é "militante anti-Dilma" e já chegou a votar na presidente. "Votei na presidente Dilma Rousseff em 2010... mas não poderia depois do que ela fez em 2013 e 2014".
Os senadores petistas ficaram irritados com a resposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário