quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Há falas que vêm para o bem

Ética
Alexandre de Moraes deverá prestar explicações em dez dias à Comissão de Ética da Presidência sobre suas declarações no último domingo, quando antecipou a realização de operações da PF na Lava Jato. O presidente da comissão, Mauro Menezes, disse que o episódio já seria discutido, mas que decidiu pedir explicações oficiais após uma denúncia ser protocolada no órgão.



Compadrio
Editorial do Estadão tece duras críticas ao ministro da Justiça, Alexandre de Moraes : "não tem mais condições de permanecer no cargo, se é que algum dia as teve". Apontando para a sombra de Eduardo Cunha, o matutino diz que "só velhas relações de compadrio podem explicar como o dono desse desastroso currículo virou ministro da Justiça".

Fonte:Migalhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário