segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Na posse de Cárme Lúcia, Celso de Mello faz discurso forte contra políticos corruptos

O ministro decano do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, desviou um pouco o seu discurso de saudação à nova presidente da corte, Cármem Lúcia, para dar um recado fortíssimo contra a atuação de políticos corruptos, criticando quem usa o poder em benefício próprio e defendendo que quem o faz seja punido.
Presentes à sessão os ex-presidentes Lula e Sarney, e os presidentes do Senado, Renan Calheiros, e da Câmara, Rodrigo Maia.
Mello citou o falecido deputado Ulysses Guimarães para dizer que os princípios básicos da política são: "não roubar, não deixar roubar, punir quem rouba".
Ao final da saudação, Celso de Mello disse que nenhum cidadão poderá viver com dignidade em uma sociedade política corrompida e que o STF enfrenta enormes desafios e "não transigirá", fazendo sempre prevalecer os valores fundantes da ordem democrática e o primado da Constituição. 
A sociedade não pode permitir convivência com "marginais da República", concluiu Mello.

Nenhum comentário:

Postar um comentário