sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Nomeado pela manhã e exonerado a tarde

Empresa Brasileira de Comunicação

A colunista Mónica Bergano noticia que o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, editou na tarde desta sexta (2) um decreto tornando sem efeito a exoneração do jornalista Ricardo Melo da presidência da EBC (Empresa Brasil de Comunicação).

Foi a segunda tentativa do governo de tirá-lo da presidência da EBC.

Para o lugar dele, tinha sido reconduzido o jornalista Laerte Rimoli, que participou da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB-MG) e chefiou a comunicação da Câmara dos Deputados na gestão de Eduardo Cunha. Rimoli já havia ocupado o cargo enquanto durou a primeira exoneração de Melo.

O governo ficou com medo da reação do STF (Supremo Tribunal Federal) e decidiu esperar uma decisão da corte sobre o caso.

Melo recorreu nesta sexta (2) ao tribunal para tentar reverter a medida assinada por Maia.

A primeira exoneração dele, há alguns meses, tinha sido suspensa liminarmente pelo ministro Dias Toffoli. Após a decisão provisória, Melo retomou a função em junho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário