domingo, 11 de setembro de 2016

Temer diz que "não é o momento adequado" para aumento do Judiciário

Foto: André Coelho / Agência O GLOBO
Em entrevista ao jornal O Globo publicada neste domingo, 11, o presidente Michel Temer disse que "não é o momento adequado" para conceder aumento nos salários dos ministros do Supremo Tribunal Federal.
O reajuste geraria um efeito cascata em todo o judiciário brasileiro e elevaria também o teto salarial do funcionalismo público. 
Temer disse que recebe pedidos de governadores reclamando: “Pelo amor de Deus, Temer, não deixa passar isso.”

Pressão no Senado
O presidente do Senado, Renan Calheiros, adiou a análise do requerimento de urgência da proposta que aumenta a remuneração de magistrados em 16,38%, dos atuais R$ 33.763 para R$ 39.293,38 para esta segunda-feira, 12.
O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) defendeu, na semana passada, a desvinculação dos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal do teto do funcionalismo. A medida evitaria despesas para os estados, que estão em dificuldades financeiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário