sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Reversão de auxílio-doença em Mossoró chega a 82% dos casos

O Instituto Nacional do Seguro Social - INSS começou a liberar os primeiros dados encontrados nas revisões de benefícios de auxílio-doença realizadas pelo órgão.
Segundo balanço divulgado pela Associação Nacional dos Médicos Peritos do INSS (ANMP), 80% dos auxílios-doença analisados foram cancelados. Os 20% dos casos que estavam de acordo com as normas foram transformados em aposentadoria por invalidez.
O resultado das perícias chama a atenção para o município de Mossoró (RN), onde a taxa de reversão dos auxílios-doença entre pessoas de até 39 anos já chega a 82%. 
A expectativa do INSS é poupar R$ 4 bilhões com a revisão desses benefícios, o equivalente a quase metade dos 530 mil benefícios analisados em todo o País.

Nenhum comentário:

Postar um comentário