domingo, 27 de novembro de 2016

Após pressão popular Temer, Renan e Rodrigo Maia recuam e anistia à caixa 2 não tramitará

O presidente Michel Temer junto ao presidente do Senado, Renan Calheiros e da Câmara Rodrigo Maia, concedeu entrevista na manhã deste domingo, 27, e disse que a anistia ao caixa 2 não prosperará.
A pressão popular na mídia e nas redes sociais foi tamanha que fez o governo recuar dessa tendência. "No tocante da anistia de crimes eleitorais e caixa 2, há uma unanimidade, verificamos que é preciso atender a voz das ruas", disse Temer seguido por Renan e Maia.
Caso o projeto fosse aprovado na Câmara e Senado, viria para a Presidência vetar ou não vetar. "Seria impossível um Presidente da República sancionar a matéria", disse Michel Temer.
Leia também: 

Nenhum comentário:

Postar um comentário