terça-feira, 29 de novembro de 2016

Lula é contra impeachment de Temer e pede eleições diretas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira (29) que não é a favor de um impeachment do presidente Michel Temer, mas defendeu eleições diretas para o "povo voltar a exercer seu direito de voto".
"Eu gostaria que tivesse eleição direta para presidente da República, que se marcasse uma data, convocasse eleições e povo pudesse voltar a exercer seu direito de voto", disse Lula.
Na entrevista, à rádio Itatiaia de Belo Horizonte, Lula também voltou a dizer que poderá ser candidato à Presidência em 2018.
"Se for necessário voltar [a ser candidato à Presidência], você não tenha dúvida que eu voltarei. E se voltar, volto para ganhar e para provar que este país não precisa ficar nessa desgraceira. Este país pode levantar a cabeça e o povo pode voltar a sorrir", afirmou Lula.
Sobre as investigações que o levaram a tornar-se réu em processos na Justiça, Lula acusou membros do MP (Ministério Público) e da PF (Polícia Federal) de estarem a "serviço" da imprensa para evitar que ele seja candidato em 2018.
"É um processo de informação via manchete, não um processo de condenação via apuração", declarou.
Com informações do UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário