terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Cármen Lúcia decide que juízes assistentes de Teori Zavascki retomem Lava Jato


A ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal, decidiu que juízes assistentes de Teori Zavascki possam dar prosseguimento aos trabalhos, convocando delatores a prestarem depoimentos no inquérito da Operação Lava Jato.
Dessa forma, a Lava Jato não fica paralisada depois da morte do ministro-relator em acidente aéreo. 
Ao que tudo indica, a homologação das 77 delações da Odebrecht que estavam em andamento não vai atrasar tanto quanto se imaginava.
O novo relator da Lava Jato pode sair até o fim do recesso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário