Viva o Carnaval em Natal

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Governo deve continuar pagamento de dezembro dia 20 de janeiro


Noticias sobre arrecadação, pagamentos e salários 

Queridos Barnabés...

Nesta terça-feira (10), servidores e representantes do governo estiveram reunidos na governadoria para pontos nos iis. 
Os servidores apresentaram um quadro de digamos, cobranças ao governo. Senão vejamos: 
1) salários em dia; 
2) compensação dos duodécimos enviados a maior aos Poderes nos anos anteriores; 
3) regularização dos consignados; 
4) regularização dos repasses às entidades; 

Os servidores também apresentados números que apontam para um excesso de pagamentos a fornecedores em Dezembro em detrimento ao 13° salário. 

O governo
A chefe de gabinete, dra Tatiana Cunha, conduziu a reunião e quem mais respondeu foi o secretário de Planejamento, Gustavo Nogueira. 

Sobre consignados e repasses ele disse que já regularizou bastante, embora continue pedentes Novembro e Dezembro. 

Sua excelência disse que não tem condições de publicar o calendário, mas afirmou que Dezembro/16 será pago dentro do mês de Janeiro/17.  Informou que por volta do dia 20 haverá algum pagamento (4 ou 5 mil) e até o fim do mês será quitado. 

Quanto aos números apresentados de pagamentos a fornecedores em Dezembro, afirmou que é preciso reanalisar e focar na fonte 100. Neste sentido, foi agendado para a próxima semana uma nova reunião técnica na Seplan para checagem dos números.

O Controlador do estado, também presente, reconheceu alguns problemas e se comprometeu a atualizar alguns dados e relatórios fiscais no Portal da Transparência. Afirmou que os dados de Receita e Despesa são atualizados sempre, com dados diretamente do Siaf. 

Quanto ao Decreto de compensação dos duodécimos dos Poderes, disse que o Governo irá enfrentar o problema. Tem uma ação no STF sobre o tema e se o Estado não sair vitorioso (liminar), o Executivo fará a compensação após o fechamento do Balanço Geral (em Março).

São esses os informes do momento.

Resumindo queridíssimos,
o governo do estado priorizou pagamentos a fornecedores em vez de pagar seu pessoal. 
Sorry!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário