terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Janot pede no STF redistribuição urgente do processo da Lava Jato

O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal a redistribuição urgente, entre os ministros da corte, do processo da Operação Lava Jato.

Embora a presidente Cármen Lúcia já tenha autorizado que juízes assistentes de Teori Zavascki possam dar prosseguimento aos trabalhos, convocando delatores a prestarem depoimentos no inquérito, ela não deve homologar as delações, ou seja, conferir validade jurídica aos acordos.

A redistribuição evitará que a Lava Jato sofre paralisação.

Veja também: Cármen Lúcia decide que juízes assistentes de Teori Zavascki retomem Lava Jato

Nenhum comentário:

Postar um comentário