quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Carecas

A Defensoria Pública do Rio pretende apelar à Comissão Interamericana de Direitos Humanos para que seja proibido, de uma vez por todas, cortar compulsoriamente cabelo e barba dos presos, como ocorreu com Eike.
fonte:Migalhas

Nenhum comentário:

Postar um comentário