terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Pedido de liberdade de Cunha pode ser julgado amanhã pelo STF

O ministro Edson Fachin, novo relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, pode levar ao plenário nesta quarta-feira, 08, o pedido de habeas corpus apresentado pelo ex-deputado Eduardo Cunha.
O ex-presidente da Câmara está preso em Curitiba desde outubro de 2016, sob alegação de que sua liberdade "representava risco à instrução do processo, à ordem pública, como também, à possibilidade concreta de fuga".

Nenhum comentário:

Postar um comentário