Prefeitura do Natal

Prefeitura de Parnamirim

sexta-feira, 31 de março de 2017

Servidor que atirou em chefes do MP pede desculpas; 'muito arrependido'


Em 30 linhas, o servidor público Guilherme Wanderley Lopes da Silva conta o que aconteceu no dia 24 de março, quando tentou matar dois procuradores e um promotor de Justiça na sede do Ministério Público do Rio Grande do Norte. “Na hora do crime, não tive coragem de matar nenhum dos três”, relata. O atirador acertou o procurador-geral adjunto de Justiça Jovino Pereira Sobrinho e o promotor Wendell Beetoven Ribeiro Agra. Os dois foram socorridos e sobreviveram.

A carta, que é a segunda escrita pelo atirador, foi publicada na manhã desta sexta (31) no jornal Tribuna do Norte. Em texto escrito a punho em uma das celas do CDP da Ribeira, em Natal, onde está custodiado, Guilherme detalha como tentou realizar o plano de triplo homicídio, diz que está "muito arrependido" e pede desculpas.

Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário