quinta-feira, 20 de abril de 2017

Palocci diz a Moro que tem trabalho para ele "por mais um ano"

O depoimento do ex-ministro Antonio Palocci ao juiz Sérgio Moro, nesta quinta-feira (20), em Curitiba, deixou a ideia de que ele pode aderir à delação premiada e apresentar muitos documentos envolvendo mais e mais pessoas beneficiadas por propinas.

Palocci disse que está à disposição de Moro, ou de quem ele determinar, para oferecer "fatos com nomes, endereços e operações realizadas" que, de acordo com o ex-ministro, devem render mais um ano de trabalho.

Palocci está preso na 35ª fase da Lava Jato, ele é acusado de agir para beneficiar o Grupo Odebrecht.

Nenhum comentário:

Postar um comentário