segunda-feira, 19 de junho de 2017

Empresas contratadas pelo Poder Público terão que reservar vagas para aprendizes em Natal

Começou a tramitar esta semana na Câmara Municipal de Natal projeto de lei que determina percentual de reserva de vagas para menor aprendiz nos contratos de terceirização de serviços públicos. De acordo com a proposta do vereador Sueldo Medeiros (PHS), as empresas ou entidades prestadoras de serviço de poderes e órgãos da administração pública de Natal deverão reservar 2% do total de vagas de trabalho aos menores aprendizes.

“A inclusão de jovens e adolescentes no mercado de trabalho, qualificando-os de forma a possibilitar o enfrentamento e galgar a empregabilidade é política social que deve ser valorizada e defendida”, justificou o vereador, que buscou referência na Lei da Aprendizagem (10.097/2000): “Essa legislação determina a obrigatoriedade, por parte das empresas de médio e grande porte, de contratação de aprendizes do quadro de funcionários da empresa”.

Para os efeitos desta lei, considera-se Contrato de Aprendizagem aquele de trabalho especial, em que o empregador se compromete a assegurar ao maior de 14 e menor de 18 anos, formação técnico-profissional metódica, compatível com o seu desenvolvimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário