segunda-feira, 19 de junho de 2017

Falha de Samambaia é detectada como epicentro do tremor em João Câmara

O tremor de terra sentido por moradores da região do Mato Grande no último domingo, 18, teve o epicentro na Falha de Samambaia, entre as cidades de João Câmara e Poço Branco. A distância entre o epicentro e a estação RCBR foi de aproximadamente 33,7 km e a magnitude estimada em 2.1. O evento sísmico ocorreu às 11h33 (horário UCT), 8h33 (horário local).

O coordenador do LabSis, Aderson Nascimento, explica que não há como prever quando esses tremores possam voltar a ocorrer, mas que a coleta de dados das atividades registradas nas estações do LabSis são essenciais para um estudo mais profundo.

“Através da análise de informações nós podemos desenvolver pesquisas que ajudem a entender tremores de terra em determinada região. Por exemplo, antes do grande terremoto de 1986 ocorrido em João Câmara, não tínhamos conhecimento da Falha de Samambaia. Apesar da tragédia ocorrida na época, agora temos respaldo para fazer um trabalho informativo e educativo para que a população esteja preparada, caso ocorra outro abalo como aquele”.

De fato, o trabalho de conscientização e prevenção ajuda muito a população local. Apesar dos vários relatos de estrondos e de muitos terem sentido o “susto” do tremor, a defesa civil do município já estava preparada para auxiliar os moradores. “Temos um trabalho de parceria com a Defesa Civil de João Câmara. Isso ajuda na segurança das pessoas, que já sabem como agir caso a terra volte a tremer”, explica Aderson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário