domingo, 11 de junho de 2017

Temer avalia desconsiderar lista tríplice na sucessão de Janot

O presidente Michel Temer poderá nomear outro procurador geral da República, desconsiderando os indicados na lista tríplice da Associação Nacional dos Procuradores da República.

Por lei, Temer não é obrigado a escolher entre os indicados mas, se assim proceder, ele estará rompendo uma tradição de seus antecessores.

O novo procurador assumirá em setembro e o assunto tomou destaque depois dos atritos entre a presidência e a procuradoria da República, com Rodrigo Janot.

Nenhum comentário:

Postar um comentário