terça-feira, 11 de julho de 2017

Em reuniões privadas, Maia dá como irreversível queda de Temer

Foto: Igo Estrela - 5.jun.2017/Folhapress

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM_RJ), sucessor imediato de Temer caso o afastamento do presidente se concretize, está imerso em reuniões políticas desde o último fim de semana.

Conforme apurou a Folha de São Paulo, Maia disse a convidados em sua residência durante um jantar regado a pizza e sopa, que alertou o presidente Michel Temer de que ele poderá vencer no plenário e derrubar a tramitação do atual processo de impedimento, mas dificilmente sobreviverá quando chega à Câmara a segunda denúncia de Rodrigo Janot, procurador geral da República.

A avaliação de Maia é que o resultado da primeira votação influenciará a diretamente a segunda, visto que os deputados da base se desgastariam numa segunda defesa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário