quarta-feira, 19 de julho de 2017

População vai às ruas contra o fechamento do Hospital Regional de Apodi

A população do município de Apodi, no Alto Oeste do estado, deu hoje (19) uma demonstração de cidadania ao ocupar as ruas da cidade, de forma pacifica e ordeira, para pedir pela manutenção do Hospital Regional de Apodi, ameaçado de ser transformada em Unidade de Pronto Atendimento ou Unidade de Básica de Saúde.

Esta medida foi anunciada através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado pelo Governo do RN, Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público Estadual (MPRN).

Construído há 30 anos, o Hospital Regional Hélio Morais Marinho atende aos municípios de Apodi, Felipe Guerra, Severiano Melo, Rodolfo Fernandes, Itaú e algumas cidades do Ceará. Sua demanda está em torno de 200 pacientes ao dia.

Os principais procedimentos oferecidos pelo hospital são os atendimentos aos casos de urgência e emergência, clínica cirúrgica, ambulatório, raios X, entre outros.

Durante o protesto, moradores e representantes políticos de Apodi, Felipe Guerra, Itaú e outros municípios da região declararam palavras de ordens e usaram faixas enfatizando que não irão aceitar o fechamento do hospital.


Nenhum comentário:

Postar um comentário