terça-feira, 1 de agosto de 2017

Médicos do estado paralisam atendimento

Os médicos que trabalham para a Prefeitura de Natal e para o governo do Estado iniciaram hoje (01) uma paralisação de quatro dias. 

A categoria pede, basicamente, os salários pagos em dia. Além de reivindicam a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos e concurso público para diminuição das terceirizações. 

Os atendimentos serão paralisados em todas as unidades de saúde, nos serviços de ambulatório e do PSF, atendendo apenas a urgências nas UPAs, Hospitais e Maternidades.

Nova assembleia no dia 08 irá decidir a continuidade ou não da paralisação.

“Os serviços de urgência e emergência não podem ser suspensos. A nossa recomendação é de que todos vão para a urgência, mas tentem revezar para dar um fluxo mais lento ao atendimento. É a resposta que encontramos para mostrar nossa insatisfação”, afirma Geraldo Ferreira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário