segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Simples Nacional terá alíquota progressiva a partir de janeiro

A partir de janeiro do próximo ano, entram em vigor as novas regras para as empresas optantes pelo Simples Nacional, o regime de arrecadação simplificada que reúne em uma única guia até oito impostos (IRPJ, IPI, CSLL, Cofins, PIS/Pasep, CPP, ICMS e ISS). 

O teto anual de faturamento do Microempreendedor Individual (MEI) passa de R$ 60 mil para R$ 81 mil e será criada uma faixa de transição de até R$ 4,8 milhões de faturamento anual para as empresas que ultrapassarem o teto atual de R$ 3,6 milhões. 

No entanto, uma das mudanças mais significativas está relacionada às alíquotas, que passarão a ser progressivas a exemplo do que acontece com o Imposto de Renda de Pessoa Física.

Nenhum comentário:

Postar um comentário