quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Preso no tiroteio que vitimou jornalista da Globo disse que matou "mais de 100" durante rebelião em Alcaçuz

Resultado de imagem para presos jornalista globo caruaru
A polícia de Pernambuco prendeu nesta terça-feira (19), o quinto suspeito de envolvimento no tiroteio que terminou com um jornalista baleado em Caruaru, no Agreste do estado.

Jefferson Santos da Silva, de 22 anos, era foragido de Alcaçuz, no RN, e disse que faz parte do (PCC) e que na rebelião da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a maior do Rio Grande do Norte, matou mais de 100 pessoas junto com os demais homens envolvidos no tiroteio. 

Segundo apurou a Folha de Pernambuco, o chefe da Polícia Civil, Joselito Kehrle do Amaral, informou que esse quinto suspeito também era procurado por homicídio e latrocínio no Rio Grande do Norte e confirmou que os seis envolvidos no tiroteio que feriu o jornalista fugiram de Alcaçuz na rebelião que ocorreu no dia 14 de janeiro de 2017 e "vinham aterrorizando" em Caruaru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário