quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Exigências da Caixa faz governo remanejar recursos do empréstimos de R$ 698 milhões

Estaca zero
Chegou à nossa Casa Legislativa estadual projeto de Lei do governo Robinson Faria que altera o texto que autorizou contratação de empréstimo com a Caixa Econômica Federal no valor de R$698 milhões.

Garantias
Para liberar os recursos, a CEF exige que o dinheiro seja usado em ações de saneamento básico, saúde pública, segurança, infraestrutura rodoviária e desenvolvimento industrial.

Amarrou
Além disso, quer a garantia antecipada de que o empréstimo fique vinculadoàs receitas de ICMS, IPVA e outros impostos estatais e federais.

Anexos
O governo aceitou e garantiu que gastará a maior parte dos recursos, quase R$ 480 milhões, noincentivo financeiro para industrialização – PROADI.
O restante será pulverizado em:Saúde(R$88 milhões); Malha rodoviária estadual (R$ 70 milhões); Saneamento básico (R$10,8 milhões); Segurança Pública (R$ 40 milhões) e Polícia Civil (R$ 10 milhões).

Finados

Neste dia 02 de novembro, o servidor público estadual pode chorar. A esperança de pagamento dentro do mês é finada. Resta esperar a confirmação dos salários de novembro e dezembro em módicas parcelas. É o que se desenha.  

Tribuna do Norte

Nenhum comentário:

Postar um comentário